Resenha – Ao vivo, 15 anos depois…

Soundgarden Live on I-5

O que é que rola com o Soundgarden? Não que eu não tenha ficado feliz com a volta da banda, nem com o lançamento da coletânea dupla que saiu logo depois da reunião de Ben, Chris , Kim e Matt. Mas é que anteontem eu recebi um e-mail oficial da banda avisando do lançamento de Live on I-5, um disco ao vivo gravado durante a última turnê da banda antes do hiato, que correu a costa Oeste dos EUA (singrada pela estrada Interstate 5, daí o nome) em 1996 – primeiro registro oficial do Soundgarden nos palcos – e que só agora está disponível para audição no Facebook (o que eu achei muito bacana) e para compra em formato físico e digital. O que eu acho muito estranho é que é o segundo caça-níqueis que eles colocam na praça desde a volta (apesar de o comunicado enviado por e-mail garantir que a banda está gravando um disco novo).

Mas vamos aos fatos: para velhos fãs e novos abduzidos, é realmente incrível poder sacar como eram as apresentações do Soundgarden ao vivo, no auge. O tracklist é quase perfeito, pinçado de diferentes shows da turnê, mas eles tiveram a audácia de deixar de fora a incrível e animalesca “Big Dumb Sex” e a bela “The Day I Tried to Live“, que nem sei se ainda eram tocadas na época. Mas estão lá “Spoonan” (que abre os trabalhos), “Black Hole Sun”, “Rusty Cage” e o que estão chamando de “versão definitiva” de “Jesus Christ Pose”. Também tem curiosidades: “Helter Skelter” dos Beatles virou uma espécie de intro para “Boot Camp” (era melhor que fosse a já conhecida versão da banda para “Come Together“), e um cover empolgadinho de “Search and Destroy” dos Stooges. O áudio em todas as faixas é incrível, imagino que beneficiado pela modernização das técnicas e aparelhagens de mixagem e masterização – às vezes até parece que o barulho da platéia é fake. Mas não se pode tirar o mérito dos músicos, que parecem ter entregado as melhores perfomances de suas carreiras.

Resta a pergunta: depois de lançar uma coletânea e um disco ao vivo, os próximos trabalhos do Soundgarden não ficarão na sombra dos melhores momentos da banda no passado? É melhor eles se esforçarem mesmo…

Veja abaixo trecho do e-mail da banda:

Our goal for 2011 – Let’s Make A Record

“In case you missed the good news we wanted to remind you. Over the past few months, we’ve been busy jamming, writing and hanging out together – exploring the creative aspect of being Soundgarden. It feels great. We have some cool new songs that we are going to record very soon. Thank you for all of the support!

Loudest of Love,
Ben, Chris , Kim and Matt”

 

 

This entry was posted in Resenhas by O musicólogo. Bookmark the permalink.

About O musicólogo

Musicologia é o estudo científico ou mesmo a ciência da música. Considera-se musicologia a atividade do musicólogo enquanto ofício do pesquisador em música, diferenciando-se das outras duas grandes áreas da música: a invenção (ofício do compositor) e a interpretação/performance (ofício do instrumentista, cantor ou regente).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s