Resenha – PJ Harvey, Let England Shake (2011)

PJ HarveyPJ Harvey: estranhamente bonita e em sua melhor fase musical

 

Let England Shake (2011)

O disco: Let England Shake (2011)

Uau! Que mulher é essa? Nunca dei muita bola pra PJ Harvey – a quem já chamei de arremedo feminino de Nick Cave – até 2007, quando ela mudou completamente de estilo. Na época, a inglesa abandonou guitarras e bateria e fez um disco só com piano e  instrumentos arcaicos, o arrepiante White Chalk, e ainda adotou uma indumentária meio vitoriana para saltar completamente da tribuna de “heroína do rock”, ou “herdeira legítima de Patty Smith” (veja foto da capa do disco no link).

Eis que Polly Jean, já na casa dos 40, me surpreendeu mais uma vez. Let England Shake (2011), seu décimo álbum de estúdio, traz de volta a bateria e as guitarras, mas de maneira alguma o que escutamos lembra a garota sexy e gritona de Dry (1992, o debute) ou Rid of Me (1993). O disco é quase uma obra conceitual, que joga luz sobre a a Inglaterra e seu passado e presente de envolvimento em conflitos de escala global (principalmente a Primeira Guerra Mundial). A voz de PJ está assombrosamente melhor, teatral e firme – mesmo nos falsetes sobrenaturais (veja o terceiro vídeo “On Battleship Hill”) – e as composições muito melhor acabadas e interessantes.

Let England Shake fica melhor a cada audição, com seus arranjos climáticos, ritmos marciais e vocais quase líricos. É emocionante. O melhor trabalho de Polly Jean até hoje. Ouça e comprove! Veja se ainda tem saudade da “musa do rock alternativo” dos anos 1990…

This entry was posted in Resenhas and tagged , , by O musicólogo. Bookmark the permalink.

About O musicólogo

Musicologia é o estudo científico ou mesmo a ciência da música. Considera-se musicologia a atividade do musicólogo enquanto ofício do pesquisador em música, diferenciando-se das outras duas grandes áreas da música: a invenção (ofício do compositor) e a interpretação/performance (ofício do instrumentista, cantor ou regente).

2 respostas para ‘Resenha – PJ Harvey, Let England Shake (2011)

  1. Pingback: Da estante – Murder Ballads (1996), Nick Cave & the Bad Seeds | O musicólogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s